. .  

 

Outras Cidades
Outras Cidades

Presos com coronavírus tentam atacar policiais penais com foice

Na madrugada desse domingo (5) presos da Unidade de Apoio Prisional (UAP), localizada em Altos, tentaram realizar uma fuga em massa. Durante a ação, um dos detentos se armou com um foice e tentou agredir os policiais penais.

Dois presos diagnosticados com Covid-19 deram início ao princípio de fuga. Na ação, os internos tentaram libertar 24 detentos, mas os policiais penais abortaram a tentativa de fuga.
Um dos presos que tentou fugir conseguiu ter acesso ao local onde são guardadas as ferramentas de manutenção da unidade e, quando armado com uma foice, foi alvejado por um policial penal.

Para não ser agredido, o penal efetuou disparos de bala de borracha no interno Lucas de Sousa dos Santos, que foi encaminhado, em seguida, ao Hospital de Urgência de Teresina.

O diretor de Inteligência da Secretaria de Estado da Justiça, delegado Charles Pessoa, disse que duas celas foram danificadas na ação. Ele explica que a intenção dos presos era fugir.

"Os policiais perceberam a movimentação e, de imediato, impediram a fuga e o policial teve que efetuar disparos até para proteger sua própria integridade e integridade física dos ouros servidores. Equipe técnica vai ser reunir para analisar se vai continuar com os presos com Covid na unidade prisional e evitar que problemas como esse aconteçam ", informou o diretor.

 

Izabella Pimentel
Com informações do Jornal do Piauí
redacao@cidadeverde.com


Publicado em 14/02/2020 às 14:15 horas

Técnico da EMATER realiza visita a agricultor da cidade de Altos

O Técnico Roberval esteve na localidade Fazenda Nova, zona rural da cidade Altos, visitando o agricultor Matias Pereira Paz, atendido pelo Programa PAA Compra Direta individual MDS Governo do Estado através do Emater, o agricultor explora também ovinos e bovinos de corte, irrigante e piscicultor. O agricultor explora uma área de 17 hectares, exemplo de agricultor familiar de sucesso.

.

.

.

.

REDAÇÃO: PORTAL PAU D'ARCO

IMAGENS: ROBERVAL


Publicado em 10/01/2020 às 12:05 horas

Mulheres fazem manifestação contra violência em Altos

Mulheres da cidade de Altos são vítimas de violência feminina

Manifestantes se reuniram nesta sexta-feira (10), na Avenida principal, em Altos para protestar contra a violência sofrida por mulheres. O ato, segundo  organizadores, foi devido a um caso de violência muito bárbaro de a uma mulher na cidade de Altos. Fizeram parte do ato movimentos, promotores, juiz, sindicalistas e movimentos feministas. A organização do ato e a policia rodoviária federal não estimaram o número de participantes.

Com cartazes e faixas, manifestantes  marcharam pela Avenida Francisco Raulino, em direção ao Foro, no Centro de Altos. No trajeto, uma performance “apresentação de violência feminina”.

 A principal pauta do protesto, segundo informações de uma das organizadoras do ato, é lutar contra os tipos de violência que a mulher sofre. “Lutamos contra a violência física, o machismo, o racismo e também contra a violência do estado contra a mulher”, afirmou Djacira.

Escute o áudio abaixo

Redação: Portal Pau D’arco

Vídeo: Francisca Xavier


 

Homem suspeito de torturar, estuprar e manter em cárcere privado a ex-mulher é preso em Altos
.
Marcos Emílio Alcides de Araújo, de 39 anos, foi preso na tarde desta quarta-feira (08/01), no povoado Maraca, na cidade de Altos/PI. Alcides é suspeito de cárcere privado, tortura, agressão e estupro contra a própria esposa, uma professora de 38 anos.

O homem que teve a prisão preventiva decretada, estava solto e foi capturado na zona rural do município. No dia do crime, ele chegou a ser preso em flagrante, porém, foi liberado após audiência de custódia.

A Polícia Civil abriu o inquérito e está investigando o homem, após denúncias da mulher. A professora foi mantida em cárcere privado por oito dias.

Durante o período, o homem chegou a dizer para o pai da mulher que queria matar toda a família dela. A prisão aconteceu no dia 15 de dezembro de 2019, quando ela conseguiu fugir do marido e foi até um posto da Polícia Militar, próximo a casa.

A Polícia Militar foi até a residência e prendeu em flagrante Marcos Emílio. Em dois celulares apreendidos foram encontrados vídeos que mostram a mulher sendo torturada, de joelhos, nua, amarrada em uma árvore, o agressor chega a derramar combustível sobre ela, ameaçando atear fogo.

A mulher ainda foi agredida com socos, chutes, teve os cabelos cortados, e ela foi ameaçada de morte com uma facão.

As agressões já estavam acontecendo há um certo tempo, o motivo seria por que o homem não aceitava o fim do casamento, em que já durava 20 anos. Mesmo preso em flagrante, o homem foi liberado após a audiência de custódia.

Fonte: 180graus

Publicidades

.

CLIQUE AQUI E SEJA UM DOS NOSSOS ANUNCIANTES>

 

topo